Endereço
3565 NE Cornell Road
Hillsboro, Oregon – EUA 97124

Telefone
+55 11 99846 1305
+1 503 726 3000

Email
william@voehaa.com.br
helicoptero@voehaa.com.br

A formação no exterior é a melhor forma de se tornar um piloto de destaque no mercado.

Por que aprender a voar nos Estados Unidos?

Entre os vários os motivos, os principais são: qualidade muito superior na instrução de pilotos, preços mais baixos, voos solo, possibilidade de trabalho remunerado nos Estados Unidos como instrutor de voo após o curso, além da excelente infraestrutura americana. É importante ressaltar que todo treinamento é em inglês e que a exposição a uma outra cultura também é enriquecedora.

Devido ao aquecimento econômico brasileiro e o contínuo crescimento das companhias aéreas brasileiras, muitos jovens decidiram se tornar pilotos. As escolas de aviação no Brasil estão abarrotadas de alunos. Algumas escolas chegam a ter loterias semanais para o sorteio de agendamento de horas de voo, o que prejudica muito o aprendizado dos alunos.

Várias escolas no Brasil tem fila de espera para voar, que pode chegar até a um ano, além das inúmeras restrições impostas pelo controle de tráfego aéreo para aeronaves de pequeno porte no Brasil. Tudo isso restringe o treinamento do aluno em áreas controladas, onde aproximações por instrumento estão disponíveis.

Capacidade financeira para pagar os cursos

É de conhecimento público que os cursos de piloto são muito caros e exigem um investimento financeiro muito alto em um curto período de tempo. Observa-se que mais de 65% dos alunos que sonham em fazer os cursos de piloto não tem condições financeiras de pagar no curto prazo ideal de 12 meses. Vários deles demoram entre 2 a 5 anos para concluir todos os cursos devido à falta de recursos financeiros imediatos.

Infelizmente, para esses alunos que não dispõem de todo o recurso financeiro, a formação nos Estados Unidos pode não ser ideal. Ir para os Estados Unidos sem realmente ter essa capacidade financeira para a formação poderá se tornar uma grande frustração.

Entretanto, nosso objetivo não é desestimular alunos em potencial, mas apenas trazer à tona a realidade como ela é. Condições financeiras mudam. Às vezes não se tem o recurso hoje, mas talvez haja no próximo ano. Não deixe de ler este artigo até o final, pois abordaremos vários pontos relacionados as vantagens financeiras de fazer os cursos nos EUA.